Resenha: Guerra Civil

13:19


Oi gente, tudo certo? 
Alguém aí ansioso com a estréia de Guerra Civil hoje, dia 28? Eu estou supeeer! Comprei meu ingresso faz quase um mês! \o/ Adquiri esse livro no final do ano passado e estava esperando uma oportunidade para o ler, então quando terminei de ler Primavera Eterna (resenha aqui), logo peguei Guerra Civil para ler, pois já estava em contagem regressiva para a estréia do filme nas telonas! Vem comigo ver a resenha desse livro espetacular!


Título: Guerra Civil
Autor: Stuart Moore
Ano: 2014
Páginas: 391
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção
Minha classificação: 4/5

Homem de Ferro  e Capitão América: dois pilares da mais poderosa equipe de super-heróis do mundo, os Vingadores. Eles lutaram lado a lado, detiveram ameaças mortais de todo o planeta, e se tornaram grandes amigos. Não mais.
Uma trágica batalha deixa um buraco no centro de Stamford, Connecticut, mantando centenas de pessoas. O governo americano reage rapidamente, ordenando que todos os super-heróis - e vilões - revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark, o Homem de Ferro, é um passo lamentável, porém necessário. Ele se voluntaria para supervisionar o processo de registro. Mas para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Incomodado, ele recruta sua própria equipe de rebeldes super-heróis, que passa a agir fora da lei.
O resultado: a Guerra Civil entre a comunidade dos super-humanos. A lealdade do Homem-Aranha está dividida, seu mundo está apartado da nova ordem mundial do Homem de Ferro. A Mulher Invisível, membro fundadora do Quarteto Fantástico, se descobre cada vez mais distante de seu esposo, o Senhor Fantástico.
Antes de a guerra acabar, um herói irá morrer, e a lealdade de cada super-humano do Universo Marvel será testada ao limite.
Minha opinião: Sempre quis entender melhor o mundo da Marvel, e nada melhor do que começar pela épica batalha entre os líderes super-humanos. Achei que iria ficar perdida em meio a tanto heróis, mas diferentemente do que imaginava, o autor não cita tantos heróis assim, mantendo um grupo fixo de heróis com Capitão América e o mesmo com o Homem de Ferro, e isso é ótimo! Demorei para terminar de ler, visando que é um livro que te prende do início ao fim, e que você sempre quer saber mais e mais, mas se eu for contar quantas vezes de fato peguei o livro para ler, não passa de quatro! Agora você deve estar se perguntando o motivo de não der dado nota máxima, já que gostei tanto do livro não é mesmo? Então pessoal, sou extremamente crítica e sincera, e tenho que dizer que o livro tem dois pontos negativos: eu não gostei nem um pouquinho do modo de escrita de Stuart, achei bem confuso e em meio a batalhas isso não deveria ocorrer! Algumas vezes me pareceu que ele "jogou" um texto perdido ali e tentou juntar com a história, a mesma coisa aconteceu com os diálogos, que na maioria das vezes você tinha que parar para raciocinar que personagem estava se manifestando, já que os personagens iam e vinham sem aviso prévio. Outra coisa: achei que a batalha acabou muito do nada, pois durante todo o livro a história foi muito intensa e assim, de repente, a guerra acaba. Parece que o autor correu com o texto para terminar logo o livro. E os epílogos ao final do livro poderiam ter sido melhor trabalhados, a fim de dar um final melhor e mais esclarecedor à história. Em geral, o livro é uma ótima escolha e vale a pena a leitura!







Alguém aí já leu esse livro, ou a história em quadrinhos? Qual lado vocês escolheram? Eu sou #teamhomemdeferro e você? xoxo

You Might Also Like

2 comentários, comente também!

  1. Respostas
    1. Os dois são ótimos Mii, mas o livro fala mais da guerra, diferentemente do filme! xoxo

      Excluir

CADASTRE-SE AGORA!

Receba um e-mail de cada nova postagem! É rápido. É fácil. É gratuito.

Popular Posts

Flickr Images

Filmes Séries Textos Livros Sapatos Beleza Top 5 Música